terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Vazio

(...)Rezando pra um dia você se encontrar e perceber Que o que falta em você sou eu(...)

Quero dizer o quanto ficarei com saudade de você. E o quanto isso é ruim. Não está sendo uma fase fácil, janeiro foi desastroso. Vários acontecimentos que, juntos, fazem - mais do que nunca- eu querer ir embora. 
Sabe aquela vontade de querer recomeçar? Estado novo, pessoas desconhecidas, outras oportunidades... Tudo novo. Tô cansada das coisas não saírem como eu planejo. Bom, fica bem por aí, que eu me viro daqui...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A gente se acostuma, mas sente saudade

Porque gente inteligente, bonita, com bom papo e sorriso bonito tem aos montes. Gente que gosta dos mesmos filmes e músicas que eu, tem de sobra.
Pessoas que pensam diferente e que se destacam, aparecem sempre por aí. O fato é que eu raramente as encontro, e quando calha de encontrar, elas somem. O que é uma pena.
Vai passar. A gente se acostuma, mas continua a sentir saudade.



Dedicado as minhas lindas que me apoiam.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Existe amor em SP

Depois de um começo de ano desastroso, um presente de São Paulo para abençoar os meses que virão.
Show lindo, lindo, lindo. ♥
E de quebra ganhei uma marquinha de óculos maravilhosa.


Ana Cañas
5 a seco (em formação emergencial)


Mariana Aydar

Tiê 
Crédito das fotos: Ana Quesada

domingo, 22 de janeiro de 2012

Força na peruca!

E quando finalmente você traça um caminho. Quando você resolve colocar a vida nos eixos. Quando você planeja seus passos e, acha que será diferente, vem a vida - aquela sacana - e muda tudo. De um dia para o outro seus planos simplesmente desaparecem. E você fica sem reação, fora de órbita.
E o que fazer agora? Ah, agora bonita, é refazer seus planos e torcer para quem sabe, as coisas voltarem para o lugar o mais breve possível.
Como disse uma amiga: "Força na peruca!"

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Chega de blá blá blá

Já dizia a minha avó que em boca fechada não entra mosca. Preciso começar a guardar as palavras para mim. Pensar e ficar quieta, parar de contar aos quatro ventos o que acontece comigo, ou que está para acontecer. Não que eu seja supersticiosa, mas o olho gordo sempre está nos olhar. Então, né... melhor ficar no meu canto e colocar a boca no trombone depois que estiver feito.
Por agora a palavra de ordem é: Silêncio!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Pois é

E mais uma vez você não saiu comigo. Mais um dia que nossa conversa ficou para mais tarde... Mais uma chance perdida de você perceber que o que falta em você sou eu.
Desse jeito vamos acabar nos perdendo, sumindo e vamos virar dois desconhecidos, perdidos, e sem amor. Não quero isso para mim e muito menos para você. Quero que permanecemos juntos, nem que seja nos meus sonhos, como foi o da noite passada...

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Só o começo

Se queremos mudar, precisamos começar por alguma parte. Escolhi iniciar a mudança no meu quarto. Arrumei essa pequena montanha que diz respeito a duas gavetas. Acredito que quando organizamos a bagunça aqui de fora é mais fácil arrumar a bagunça aqui dentro... E vamos que vamos, que 2012 está só começando.