sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Cotidiano

Revirando meus cadernos, blocos de anotação e todos os papéis existentes na minha gaveta, achei um texto - antigo e nem tããão legal assim - mas que achei válido compartilhar com vocês.

De uns tempos pra cá comecei a olhar as pessoas com outros olhos. Esses dias eu estava no banco fazendo esses trâmites super chatos - e como de costume estava lotado - enquanto esperava aparecer a minha senha no visor, eu olhava para todas aquelas pessoas que como eu aguardava a sua vez.

Olhando para aqueles rostos, percebia  que cada um trazia uma história, um drama... uma vida que se juntava com todas às outras que estavam ali sentadas.

Uma senhora em especial chamou a minha atenção, não só por todos as marcas que ela carregava, mas por se mostrar serena.

O engraçado disso tudo é que mesmo com todas as dificuldades que aquelas pessoas devem enfrentar no cotidiano, elas continuam ali, firmes e fortes para encarar o que a vida lhes reversa (ao menos na teoria é assim, né?)






Nenhum comentário:

Postar um comentário